Possíveis Consequências

As consequências do assédio moral podem ser graves. Elas afetam o indivíduo assediado, o ambiente de trabalho e a sociedade. A seguir, são listadas algumas das consequências para cada um destes.

 

Fonte: cartilha 'Assédio Moral no Trabalho: uma violência a ser enfrentada'.

Para o indivíduo:

  • Dores generalizadas;
  • Palpitações;
  • Distúrbios digestivos;
  • Dores de cabeça;
  • Hipertensão arterial (pressão alta);
  • Alteração do sono;
  • Irritabilidade;
  • Crises de choro;
  • Abandono de relações pessoais;
  • Problemas familiares;
  • Isolamento;
  • Depressão;
  • Síndrome do pânico;
  • Estresse;
  • Esgotamento físico e emocional;
  • Perda do significado do trabalho;
  • Suicídio;

 

Fonte: cartilha 'Assédio Moral no Trabalho: uma violência a ser enfrentada'.

Para a organização/empresa:

  • Redução da produtividade;
  • Aumento na rotatividade de pessoal;
  • Aumento de erros e acidentes;
  • Absenteísmo;
  • Aposentadoria prematura;
  • Clima desfavorável para o trabalho;
  • Exposição negativa da marca;
  • Passivos trabalhistas decorrentes de indenizações;
  • Multas administrativas por manifestações de discriminação;
  • Licenças médicas;
  • Demissões.

 

Para sociedade:

  • Custos com tratamento médico e reabilitação;
  • Despesas com benefícios sociais (dependência de auxílio doença e aposentadoria precoce);
  • Custos dos processos administrativos e judiciais.

 

 

Fonte: Cartilha "Assédio Moral no Trabalho: uma violência a ser enfrentada", concebida pelo Núcleo de Estudos do Trabalho e Constituição do Sujeito (Universidade Federal de Santa Catarina), disponível em http://neppot.ufsc.br/?page_id=78, acesso em 24 jul. 2017.